A pandemia que afeta a economia em vários setores pode ter no mercado imobiliário no Brasil um ponto fora da curva. Segundo Francisco Pérez, co-fundador e head de investimentos da Glebba, ainda é cedo para fazer alguma projeção do fim da crise do coronavírus, porém ele acredita que o setor pode sair mais forte quando a pandemia acabar pois é um investimento seguro.
“O momento exige muita cautela e ainda é cedo para estabelecer projeções, tudo ainda é muito incerto. Entretanto podemos afirmar que as pessoas estarão mais propensas a investir em ativos que tenham características de proteção ao patrimônio, e o setor imobiliário como um todo apresenta essa resiliência e proteção. Por isso acredito que o setor se sairá bem após esse período de pandemia”.
O presidente da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia – ADEMI-BA, Claudio Cunha em entrevista recente também afirmou que acredita que o mercado voltando a se aquecer o segmento também deve voltar a crescer. Claudio também aprovou as medidas adotas pelo governo federal para as empresas sobreviverem a crise.

A pandemia que afeta a economia em vários setores pode ter no mercado imobiliário no Brasil um ponto fora da curva. Segundo Francisco Pérez, co-fundador e head de investimentos da Glebba, ainda é cedo para fazer alguma projeção do fim da crise do coronavírus, porém ele acredita que o setor pode sair mais forte quando a pandemia acabar pois é um investimento seguro.
“O momento exige muita cautela e ainda é cedo para estabelecer projeções, tudo ainda é muito incerto. Entretanto podemos afirmar que as pessoas estarão mais propensas a investir em ativos que tenham características de proteção ao patrimônio, e o setor imobiliário como um todo apresenta essa resiliência e proteção. Por isso acredito que o setor se sairá bem após esse período de pandemia”.
O presidente da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia – ADEMI-BA, Claudio Cunha em entrevista recente também afirmou que acredita que o mercado voltando a se aquecer o segmento também deve voltar a crescer. Claudio também aprovou as medidas adotas pelo governo federal para as empresas sobreviverem a crise.

 

Fonte: http://atarde.uol.com.br/coluna/armandoavena/2127913-mercado-imobiliario-pode-sair-da-pandemia-mais-forte-diz-especialista